Um momento de reflexão – para uma Páscoa mais saudável e…mais filosófica.

0C3A1785

Nesse domingo de Páscoa eu estou filosófica. Eu não sei se é a energia do dia de Páscoa, ou se é o eclipse Lunar em Libra…! Enfim, eu resolvi compartilhar um pouquinho das minhas reflexões do dia de hoje.

Hoje se inicia uma nova fase para mim…a metáfora da ressurreição vem a calhar.

Eu deixo pra trás o que não me serve, os hábitos antigos, as revistas empilhadas no canto da minha sala, os emails sem fim na minha inbox (deletei tudo). Eu começo amanhã livre de culpas, de medos e de coisas que não me servem mais.

Para completar, eu vou implementar algumas mudanças em algumas áreas da minha vida.

Eu venho lendo muito sobre saúde, fitness, estilo de vida, espiritualidade, como vocês já sabem. E depois de muita leitura após o almoço e muita reflexão, eu quero compartilhar com vocês o que eu chamo dos três pilares para uma vida mais feliz, saudável e longeva. Esses pilares não estão num livro e é o resultado de muita pesquisa e da minha própria experiência pessoal.

Nada é simples, nada é uma fórmula mágica, mas esses três pilares parecem resumir o que eu sempre pensei mas nunca consegui explicar de forma resumida.

  1. Comida, hidratação, exercício e sono
  2. Autocuidado
  3. Relacionamento

O primeiro pilar é o que todos já sabem. Você precisa se hidratar e comer alimentos saudáveis para o bom funcionamento do corpo e para você se sentir bem e disposto para se exercitar; o que vai te dar mais energia, vai promover uma vida mais ativa com menos chances de futuras complicações de saúde. E o sono é parte chave para a sua rotina saudável porque quem dorme mal, acaba comendo besteira, o que promove o aumento de peso. E aí o seu condicionamento físico piora, diminuindo o seu ânimo para se mexer…Fora que quem não dorme o suficiente diminui a sua capacidade de concentração, a libido, e com o tempo as noites mal dormidas podem causar problemas sérios de saúde.

O segundo é interessante… o autocuidado. Eu tenho uma rotina super ocupada, e provavelmente você também tem. E aí você está sempre correndo, sem parar para se cuidar. Mas o que significa se cuidar? Para você pode ser fazer as unhas, sair para caminhar, meditar, fazer uma massagem, sair para jantar uma vez ao mês, dar uma volta no parque, praticar esportes na natureza. O negócio é se perguntar: o que me faz bem?

E o terceiro pilar talvez seja o mais importante. Relacionamento com você e com a sua comunidade de amigos, parceiros, vizinhos, trabalho… Primeiro é se conectar com você mesmo, se amar e se perdoar quando as coisas não saem bem. Depois é como você se relaciona com os outros. Já percebeu que quando as coisas não estão bem entre você e o seu marido, namorado, amigo, ou com a sua família, você acaba comendo de gula? Ou não comendo nada? Ou não se exercitando? É um ciclo vicioso.

Um estudo interessante chamado “The Roseto Effect” nos anos 60, mostrou como o índice de doenças cardiovasculares na comunidade de Roseto, Pennsylvania – EUA, era menor do que no resto do país. Depois de inúmeros estudos médicos e genéticos, chegou-se à conclusão de que Roseto possuía as seguintes características sociais:

  • as famílias eram unidas e com uma grande ênfase nos idosos
  • as pessoas se ajudavam, encarando o estresse do dia a dia de forma mais tranquila
  • a comunidade tinha eventos em grupo

O que o estudo mostrou é que as pessoas naquele bairro típico italiano se alimentavam com um senso de comunidade e com um objetivo único: criar um ambiente melhor para as suas crianças. E se você está pensando que a dieta dessas famílias era diferente, você está enganado. Eles cozinhavam com banha de porco, comiam bastante almôndega, linguiça, pão e tomavam vinho diariamente.

E aí você vê várias pessoas aparentemente saudáveis nessa onda de suco verde, tapioca, comida fit…que têm vários problemas de saúde. Como explicar? Só com a genética? Não. O estresse é um fator importantíssimo que deve se levar em consideração e a comunidade médica já provou isso.

Bia, mas você está me dizendo que comer bem não importa? Não. O que eu quero dizer é que o nosso corpo é uma máquina misteriosa e que responde a diferentes estímulos; sejam esses ambientais, sociais ou físicos. E se você tem o apoio de amigos, familiares e leva uma vida com menos estresse e mais interações sociais, você estatisticamente tem menos chances de desenvolver problemas de saúde.

Eu descobri que o pilar 2 para mim significa ir ao parque, meditar pelo menos 10 minutos quando eu estou estressada ou cansada, fazer uma trilha no meio da natureza pelo menos uma vez ao mês, fazer massagens frequentemente…E, pessoalmente, o pilar 3 é estar presente em todos os momentos sem ter culpa ou me prender ao passado, ou me estressar com o meu futuro. Porque às vezes eu levo a vida muito a sério.

Frequentemente nós estamos tão ocupados ou nervosos com problemas no trabalho ou em casa que esquecemos de cultivar os nossos relacionamentos.

Lembrando que você precisa de suporte emocional quando algo difícil acontece, e que você é um ser-humano em constante aprendizado…pegue mais leve com você mesmo.

Eu avisei que eu estava filosófica. Espero que os três pilares também sejam interessantes para vocês nesse dia de “renascimento”.

Então, já que falamos bastante sobre relacionamento, que tal compartilhar aquele ovo de chocolate com os amigos? Faz bem para o coração e para a barriguinha…e de cara você ainda ganha mais uns anos de vida…! 😉

Beijos a todos e boa Páscoa!

Bia

2 respostas em “Um momento de reflexão – para uma Páscoa mais saudável e…mais filosófica.

  1. Bia feliz pascoa!
    Há quase um mes venho seguindo seu blog e fazendo as atividades q vc sugere, e tb tenho divulgado entre minhas amigas e familiares….. Hj vc escreveu algo muito importante, ha quase um ano tive uma reviravolta na minha por conta de uma alergia alimentar e se resultou em alergia a gluten, e desde q descobrir, minha vida mudou, passei a ficar mais cuidadosa com tudo…. O gluten me trouxe um desequilibrio muito grande, vc falando dos 3 pilares, achei muito intressante, pq passei a reaquilibrar a minha vida, e dar importancia as coisas importantes hj sou uma pessoa melhor e a cada dia tento ser melhor ainda, …… Que Deus te de saude para vc continuar seu trabalho muito lindo e puro……

    • Nossa, muito legal Karina! Muitas pessoas sofrem com intolerância ao glúten sem nem saber…e aí levam a vida de mau humor, inchadas, com dores estomacais. Parabéns pela mudança e muito obrigada pelo apoio! Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s