Mente sã, corpo são

Girls make your move_HFH image_20161004_001

Já faz um tempo que eu não posto nada sobre bem estar, espiritualidade e estilo de vida, então eu resolvi escrever sobre um tema, que na minha opinião, é importantíssimo nos dias de hoje.

Eu não sei se vocês sabem, mas o meu trabalho como Health Coach é ajudar os clientes a encontrarem um estilo de vida saudável, e consequentemente viverem uma vida mais FELIZ. O meu papel é de facilitadora e não de uma autoridade ou sabedora da verdade. Normalmente o Health Coach é a ponte entre o médico, nutricionista e educador físico. No meu caso eu também sou qualificada para ajudar com os treinos.

O que eu vejo com frequência é que a maioria dos meus clientes não precisa de uma dieta específica ou de um plano de exercícios imediatamente – isso pode vir depois. Eles vêm conversar comigo querendo emagrecer ou ganhar peso, mas depois de algumas sessões nós chegamos à conclusão de que há um problema – ou o que eu chamo de icebergue – muito maior do que pensávamos. Esse icebergue é a real causa do aumento de peso, da falta de motivação e energia para treinar, dentre outros sintomas. Na maioria dos casos, o sobrepeso é um SINTOMA de uma questão emocional.

É interessante e triste observar que nós fazemos escolhas que nos levam a situações de desgaste emocional. Eu não estou aqui reiventando um conceito. Isso já é falado faz tempo, mas há poucos profissionais equipados para lidar com a real causa dos sintomas dos problemas emocionais que todos nós sofremos. Eu amo a medicina e já pensei várias vezes em cursar medicina depois de burra velha, mas quem já não foi ao médico e ouviu: “Você está com pressão alta, tome esse remédio uma vez ao dia, se exercite mais, faça dieta e diminua o estresse na sua vida”. Então você sai do consultório com uma receita na mão e um conselho que todos nós já ouvimos milhões de vezes, não é mesmo? Dá vontade de responder: “Ok doutor, semana que vem o estresse vai passar”. Como se fosse simples assim.

Estresse e ansiedade são as maiores causas de transtornos alimentares, sobrepeso, disfunções hormonais e depressão. É um ciclo vicioso! A pessoa vive estressada, ganha peso porque os hormônios estão desregulados e também porque a comida vira um conforto emocional, daí as taxas de colesterol sobem, a pressão arterial aumenta, e quando você vê, aquela mesma pessoa está diabética e com risco de doença cardíaca. E aí só resta ao médico passar os 10 remedinhos do santo dia. Mas e aí? Alguma coisa mudou? O sujeito deletou o estresse da sua vida? Não.

Muitos dão a volta por cima por conta própria, o que é maravilhoso e invejável. Mas a maioria das pessoas vive nessa corda bamba, sem saber como tomar controle da sua saúde.  Alguns tomam pílulas de emagrecimento e usam a academia como uma forma de punir o corpo que eles odeiam olhar no espelho. Outros tomam os remédios prescritos e acham que isso vai resolver todos os seus problemas.* (leiam no final o meu PS sobre a medicina moderna)

E aí quem está nessa montanha russa de depressão e ansiedade dá uma olhadinha no Instagram e se depara com um post dizendo: “veja as dicas para ter um abdômen sequinho”, e a foto daquela modelo mais sarada do universo. Gente, vocês sabem que eu sou 100% a favor de quem promove a saúde nas mídias sociais, mas 99.9% das vezes, o post do abdômen trincado não é suficiente para solucionar o real problema, e ainda pode provocar mais ansiedade naquela pessoa que comprou a ideia de que o tanquinho sarado é sinônimo de saúde.

Se você anda sem interesse pelo seu bem estar e pela sua saúde e já tentou diversos treinos da moda e dietas no passado (seja para ganhar massa ou emagrecer), e você já fez um check up no médico e está tudo OK, algumas perguntas importantes que você pode se fazer são:

  1. Como eu me sinto comigo mesmo?
  2. Como anda a minha vida pessoal, os meus relacionamentos, o meu trabalho?
  3. Será que a minha gula e/ou o meu transtorno alimentar tem a ver com essa insatisfação?

Em alguns casos você precisa mesmo de um chute na bunda para sair do sofá, haha…mas para muitos o problema é EMOCIONAL e derivado de diversos fatores, como por exemplo:

  1. estresse no trabalho
  2. falta de amor próprio, auto estima – muitas vezes você se pega falando: “eu não mereço isso”, “meu corpo é feio, eu preciso correr 2 horas na esteira”, “eu não vou conseguir esse emprego porque eu não sou bom o suficiente”.
  3. obsessão com o passado (mais comum do que vocês imaginam), ou ansiedade em relação ao futuro
  4. insatisfação com relacionamentos
  5. falta de crença, religião, ou de um significado/sentido na vida (lembrem-se de que ninguém precisa ser religioso para ser feliz!)

Na minha opinião, o mais comum é o número dois. Eu sou um exemplo disso. Algumas vezes eu me pego pensando, ou melhor, eu pego o meu EGO no flagra enchendo a minha cabeça de dúvidas em relação ao meu corpo. “Afinal, eu tento promover saúde, exercício, e bem estar no Home Fit Home, e como assim eu não tenho o corpo dos sonhos?  Será que as pessoas pensam ou reparam que eu não sou super, ultra, hiper sarada?” Mas como eu já conheço a minha mente, eu paro, agradeço pelo meu corpo ser forte, saudável e um veículo maravilhoso, envio amor e muita luz para mim mesma e mando uma resposta para o meu ego: “Olá, eu te ouvi, obrigada pela mensagem, agora você pode dar uma voltinha, tchau”. E aí eu começo a rir de mim mesma, porque só maluco mesmo para conversar com o seu ego, né? 🙂 Mas que funciona, funciona.

E você? Já parou para pensar sobre isso? Qual é o seu icebergue?

#FicaADica #HealthCoaching #AmorNoCoração

*PS: Não me levem a mal, eu estou aqui para promover a SAÚDE e incentivar a PREVENÇÃO. Por isso, vá sim ao médico e faça check ups e exames regulares para identificar anomalias ou déficits que possam impactar a sua energia, libido, o seu apetite, humor e sono. Mas usar a medicina de forma reativa não é a minha praia. A medicina reativa tem o seu papel, como quando sofremos um acidente e precisamos reagir aos danos sofridos pelo corpo, ou quando uma doença nos pega de surpresa. A medicina é uma disciplina incrível e que nos proporcionou viver mais, e eu não estou aqui para falar mal da profissão, mas eu adoraria ver médicos mais preocupados com a prevenção e mais interessados em pesquisar sobre nutrição, estresse e o seu impacto na vida das pessoas.

 

 

 

 

 

9 respostas em “Mente sã, corpo são

  1. Adorei o teu post, Bia!!! Veio mesmo a calhar para mim neste momento. Tem frase que vou escrever na minha agenda do dia a dia.

    Boa sorte e muito sucesso

    Beijocas.
    Lara – Portugal

  2. Bia,

    Amei o post, aliás, amo tudo o que você faz e compartilha conosco! Realmente você deve chutar a bunda do seu EGO!!! KKKK… uma boa dica pra todos nós! Precisamos mesmo aprender a agradecer e aproveitar tudo que temos.

    Já sigo seus treinos, adoro!! Gostaria de mais dicas sobre alimentação e a escolha dos alimentos.

    Deus abençoe seu trabalho e continue iluminando sua vida!!

    Abraços,

    Juliana – Brasil

  3. Estou nesse tema, me pego pensando q sou incapaz de alcançar o corpo que qiero.
    Consegui junto com o Home perder 6 kg. Desejo perder mais 3, mas estacionei justamente por causa da minha insatisfação e estresse no trabalho. O estresse é uma bola de neve, se não prestarmos atenção ela cresce e sai levando tudo. Estou tentando lutar contra isso. Obrigada Bia 🙂

  4. Também estou entendendo e crendo cada vez mais que nossa saúde começa muito antes do remédio que tomamos, aliás sou uma farmacêutica que detesta remédios… Ser saudável é escolha de vida e exige disciplina, mas sempre em paz consigo mesmo ;D Muita luz pra vc Bia! Muito sucesso nesse novo desafio!

  5. Ótimo texto. Me fez refletir que preciso de um check up, ando super sem energia. 😔 Quem sabe a culpa esteja aí.
    Por exemplo, meu irmão mais novo fez alguns exames no último mês e descobriu que tem predisposição a diabetes. Estou com receio de ter também.
    Enfim… São várias coisinhas no dia a dia que vai desanimando. Ainda bem que temos exemplos como a Bia, que ensina um estilo saudável de vida.
    Namastê, Bia! 🙋

  6. Amo você Bia por sua determinação assim, de ajudar os outros de graça, por amor! Que Deus te ilumine muito mesmo! Que cada vez mais Deus te ilumine mais para crescer, ter novas ideias e ajudar muitas mais pessoas! Estou a caminho de aprender essa vida saudável, sem cobranças mas disciplina, já cai várias vezes, mas não quero desistir.. Antes de fazer um vídeo de exercícios seus agora à noite, eu estava chorando, triste por que não tinha tido coragem de fazer nada desde a hora que cheguei em casa (7 horas da noite), então me levantei, sacudi a poeira (eu moro sozinha deve ser isso também), e fui no youtube, escolhi um vídeo seu, peguei meu colchonete e fiz.. estou molhaada agora e minha autoestima la em cima! Obrigada por tudo minha linda! Continue com seus vídeos! Beijos aqui do Mato Grosso do Sul, Brasil. ❤

  7. Bia, adorei seu texto muito pra cima e esclarecedor. Encontrei o Home Fit Home a menos de um mês e me motivou a voltar a fazer exercícios, por isso só posso te agradecer por criar um canal tão bacana. E outra coisa: eu acho o seu corpo lindo, aliás, me chamou a atenção para assistir o vídeo até o fim, uma pessoa natural e magra, sem excessos e artificialidades, com treinos acessíveis e muito dinâmicos. bjs : )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s